Como será o futuro do varejo?

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

O pagamento e a emissão automática da nota fiscal na máquina de cartão já são realidades possíveis no futuro do varejo. A cada dia mais o caixa de loja, o computador e a impressora fiscal são substituídos pela maquininha de cartão. Até 2013, o processo para emitir cupom fiscal era muito caro e trabalhoso. Atualmente, as vendas feitas com cartão de débito e crédito já representam a maior parte das operações realizadas no comércio brasileiro. Continue a leitura do post e conheça as principais tendências do futuro do varejo!

Sistema de gestão online

Os aplicativos de sistema de gestão online foram feitos para os lojistas que buscam eficiência na gestão do seu negócio por meio da tecnologia. Com o um aplicativo de PDV em mãos, o lojista emite NFC-e e CF-e/SAT de forma automática e ilimitada, envia suas informações para a contabilidade em tempo real, recebe sugestões de precificação inteligente e ainda controla seu estoque e as vendas realizadas de onde ele estiver.

Caixa de loja

As novas maquininhas de cartão, denominadas smart terminals (como Smart Rede e Cielo Lio) possuem um sistema operacional acoplado, onde o usuário pode instalar o aplicativo de gestão e fazer o registro das vendas diretamente nelas. Para a otimização do uso das smart terminals, elas precisam ser integradas aos aplicativos de gestão de loja, que são de responsabilidade de outros fornecedores.

O caixa de loja direto na maquininha possibilita a redução de custos e erros na emissão de cupom fiscal. Muitos consumidores já não andam mais com dinheiro em espécie. Assim, a gestão do PDV móvel facilita a vida do lojista e a do cliente. A opção de pagamento em cartão pode facilitar o aumento do ticket médio de compra dos seus clientes.

Nota Fiscal Eletrônica (NFC-e)

A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) é um documento eletrônico que substitui as notas fiscais tradicionais. O mercado varejista brasileiro está passando por uma grande reestruturação com a adoção da NFC-e, que gradualmente está se tornando obrigatória em todo o País. Uma das principais inovações dessa mudança é a emissão de notas fiscais na nova maquininha de cartão.

A emissão da nota fiscal pela maquininha reduz custos, pois ela dispensa o uso de impressora fiscal, gera mobilidade e o controle de estoque pode ser realizado à distância. Veja outras vantagens da NFC-e aqui nesse outro post.

Armazenamento em nuvem

A gestão em nuvem permite que o varejista mantenha todos os seus dados em segurança. A mobilidade também é outra vantagem do armazenamento em nuvem. Ela é fundamental para a rotina de um lojista que possui uma diversas tarefas e demandas ao longo do dia. Através do celular, tablet ou notebook, o comerciante pode gerenciar seu negócio à distância. Basta ter acesso à internet.

Embate no futuro do varejo: Cielo Lio x Smart Rede

As novas maquininhas, as smart terminals, que estão integradas a um sistema de gestão, registram a venda automaticamente após o pagamento aprovado. As duas principais fabricantes, Cielo e Rede, são as pioneiras nessa integração e possuem quase 90% do mercado.

A Cielo Lio precisa de uma impressora térmica via bluetooth para a emissão dos cupons fiscais.  Já a Smart Rede tem uma impressora de emissão de cupom fiscal acoplada à sua máquina, fazendo com que o lojista não precise adquirir uma à parte. Tanto a Cielo quanto a Rede não fornecem os aplicativos de PDV móvel. Eles precisam ser contratados à parte por empresas parceiras, como a PDVend.

No futuro do varejo, as novas maquininhas em conjunto com os aplicativos de gestão proporcionam o aumento dos lucros do varejista. Bem-vindo(a) ao futuro do varejo!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SE DESEJAR, DEIXE UMA RESPOSTA PELO FACEBOOK